FERNANDO LOPES FALA DA GESTÃO 2016-2018

Publicado por Mirela Pinho
Em:

O vice-comodoro e administrador de empresas, Fernando Lopes, gerenciou a área administrativa e financeira do Rio Grande Yacht Club (RGYC), na gestão 2016-2018. Durante o período, que iniciou em junho de 2016, Fernando vivenciou diversas experiências como a de quando se deparou com o caixa do Clube praticamente zerado, sem capital de giro. Além disso, o controle de processos e também os poucos procedimentos implementados não tinham registros.

 

Em um papo aberto com a Comunicação do RGYC, Fernando explica que quando se reuniu com a equipe, antes das eleições para a Comodoria, teve conhecimento dos projetos e a da forma de trabalho dos colegas e sentiu-se apto para a função escolhida. “O clube deve ser administrado como uma empresa e isso não estava acontecendo até então, o que me deixou bastante preocupado. A equipe se mostrou pronta para encarar o desafio e eu também queria contribuir com o Clube” enfatiza.

 

O vice-comodoro explica que o primeiro procedimento quando tomou ciência da realidade que o Clube vivenciava foi a de entender como o setor administrativo e financeiro estavam sendo conduzidos. Assim, começou a aplicar os conceitos da administração além de também buscar em sua experiência e conhecimento de 34 anos a solução para cada problema.

 

Assim, o primeiro passo foi poupar para ter caixa. Depois, investiram nos funcionários já que havia carência de uniformes, revisão de salários e benefícios. O terceiro passo foi à manutenção geral do clube, pois não tinha pintura a mais de 10 anos. Com issoresolvido, aos poucos tudo foi recuperado. A manutenção e as prioridades básicas do Clube para atender bem os sócios foram sendo constantemente resolvidas.

 

Para o vice-comodoro, só quando se faz parte do processo ou da administração do Clube se entende como não é fácil conduzir o dia a dia e as demandas.” Cada um deve dar sua contribuição com amor e dedicação ao clube, porém isto deve ter o prazo pré-estabelecido de dois anos porque o desgaste com a administração e gestão é muito grande” afirma. O gestor se mostra satisfeito e com a sensação do dever cumprido já que conseguiu atingir a sua principal meta, atender bem os sócios.

 

A próxima eleição para a Comodoria está próxima e Fernando Lopes deixa um recado. “ Espero que a nova Comodoria tenha amor pelo clube, que tratem o Yacht como se fosse seu e que sejam profissionais em suas decisões. Também peço para que não assumam uma responsabilidade sem ter capacitação para isto e não se utilizem de nada em beneficio próprio. Sejam retos e honestos em suas decisões e principalmente façam valer as regras para todos os sócios.”concluiu Lopes que é velejador e sócio há 17 anos.

 

 

Comentários

comentários