REGATA DE DUPLAS RGYC

Publicado por Mirela Pinho
Em:

Com nove barcos na raia, a Regata de Duplas Rio Grande Yacht Club (RGYC) ocorreu neste sábado,17, com um percurso de seis milhas náuticas. Os barcos largaram às 14h na frente da Sede do Clube e foram até o Canal Miguel da Cunha. O trajeto teve duração de duas horas.

A Regata de Duplas, com dois tripulantes conduzindo a embarcação, teve como objetivo resgatar a alegria das competições passadas ocorridas no RGYC, nesta modalidade, além de reunir sócios e amigos do Clube náutico. As classes participantes, do evento, foram a IRC, a Cruzeiro, O’day 23 e Microtonner.

PREMIAÇÃO

A Classe IRC teve o veleiro ‘Marina 4’ como destaque. A dupla de velejadores João Sokolnik (Comandante) e José Luiz Saavedra (tripulante) conduziu o barco que também foi o Fita Azul da Regata.

Na Classe Cruzeiro, o veleiro ‘Malacara’ obteve o 1º Lugar. Foi conduzido pelo velejador Maurício Santos (Comandante) e sua esposa Miriam.

O veleiro ‘Outro Mundo’ foi o 1º lugar da Classe O’day 23 e contou com a presença dos velejadores Jaime Urbanetto (Comandante) e Alexandre Cougo(tripulante).

Já na Classe Microtonner, o veleiro ‘Cúmplice’ foi o destaque com a dupla de velejadores William Feijó (Comandante) e Fabrício Moro ( tripulante).

PALAVRA DOS COMANDANTES

De acordo com velejador Jaime Urbanetto que veleja faz cinco anos no RGYC a Regata foi muito divertida ” As regatas são escolas para o navegador que quer aprimorar o aprendizado da Vela” comenta. Jaime ainda completou que essa Regata de Duplas foi muito técnica ” O vento não foi constante nem na velocidade, nem na direção e isso exigiu dos velejadores” completou.

Para o velejador William Feijó que veleja faz vinte e três anos no RGYC, a Regata foi muito interessante e agradável. ” O tempo estava favorável, achamos que o vento estaria mais forte” . William também destacou a interação dos velejadores que incentiva a prática da Vela.

Já o velejador João Sokolnik comentou que a modalidade de Duplas era uma tradição do Clube ” Muito interessante esse resgate da Comodoria. É fundamental o Clube proporcionar regatas como está fazendo”. João também completou dizendo que os velejadores do Clube tinham que se motivar mais, participar mais das regatas. “É muito mais interessante quando existe muitos barcos da mesma classe competindo” concluiu.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

comentários