Velejadores falam da Regata Marinha do Brasil 2018 (Segunda Parte)

Publicado por Mirela Pinho
Em:

👉👉Comandante Ricardo Ramos – Veleiro Xiliky

O Comandante e Velejador, Ricardo Ramos, do Iate Clube de Pelotas é presença confirmada nas regatas promovidas pelo Rio Grande Yacht Club (RGYC). Nessa regata da Marinha do Brasil conquistou o 2º lugar da Classe RGS A. Ricardo afirma que para ele e sua tripulação a competição foi maravilhosa. “Estava tudo perfeito, nota 10. Aproveitamos muito, nos destacamos na de 2017 também e somos presença confirmada para a próxima regata” explica o navegador com trinta anos de experiência no mar.
O veleiro Xiliky é um Atitude de 28 pés. O projeto é de Carabelli e foi construído em 2010.

👉👉Comandante Guilherme Camacho – Veleiro Betinho

Oriundo de Pelotas, o velejador Guilherme Camacho, do Iate Clube de Pelotas, adquiriu o veleiro Betinho em 2014 e de lá para cá tem participado de todas as regatas. ” A Regata Marinha do Brasil foi a primeira que participei com o meu barco em Rio Grande. Tenho experiências em competições Pelotas/São Lourenço e Pelotas/Rio Grande, mas nesse percurso na Lagoa dos Patos é a primeira vez” comenta o comandante que conquistou o 1º Lugar na Classe Cruzeiro. O Comandante afirmou que achou a regata maravilhosa, uma experiência enriquecedora.

Guilherme, que é Comodoro de Vela no Iate Clube Pelotas faz três anos, explica que o Clube tem contado muito coma presença de velejadores rio-grandinos. ” O Iate Clube Pelotas tem organizado diversas regatas, inclusive algumas aconteceram no Laranjal. E desde 2017 o Clube também promove o Campeonato Pelotense de Vela. Na Regata Chico Carúcio, que aconteceu 24 e 25 novembro, foi uma alegria ver velejadores rio-grandinos na raia” explica.

O Betinho é uma homenagem ao pai do Velejador que chamava-se Gilberto. O veleiro é um Aruba 28, de 1998, com desenho de Nestor Volker.

 

Comentários

comentários